Quando fui absolvido | 02Dez2015 19:14:17

Publicado por: ofertagratis@blogtok.com

Dimas.png

A juíza, uma mulher idosa, olhou por cima dos papéis sobre a mesa. "Eu li a sua ficha, jovem, e tenho apenas uma pergunta. Porque é que você se entregou? Você estava em fuga há cinco anos, você tinha um trabalho sob um pseudônimo e você parecia ter criado uma nova vida para si mesmo. Porque você resolveu voltar para aqui?"

Eu tinha 22 anos. Engoli em seco e, em seguida, enfrentei o seu olhar penetrante. "Minha senhora, eu dei minha vida a Jesus Cristo, pelo que resolvi obedecer à lei da terra. Quer o faça na prisão ou fora dela, eu vou seguir a Jesus."


"Tornei-me um deus da rua, o principal fornecedor para a cidade inteira"

Eu tinha vendido drogas por mais de uma década - metade da minha jovem vida. A totalidade dos meus anos de adolescência foram afogados numa vida violenta de abuso de drogas. No momento em que enfrentei aquela juíza, eu tinha sido preso várias vezes, todas pela mesma infracção: venda de uma substância controlada - crack, maconha e outras drogas ilícitas. Para adicionar insulto à injúria, eu tinha escapado encarceramento enquanto algemado, um facto que por si só me poderia ter levado a uma pena de prisão obrigatória de sete anos.

Depois de ter escapado fiz o caminho de Nova York até à Carolina do Norte, construindo um império de droga maior do que nunca. Tornei-me um "deus da rua", o principal fornecedor para a cidade inteira.

Hoje, Dimas trabalha como pastor no Bronx River Houses em Nova York, uma área urbana atormentada por decadência e crime violento.

No entanto, Jesus Cristo purgou-me do desejo de ser um deus da rua. A minha operação estava intata quando me afastei para longe dela. Todas as peças da organização estavam bem oleadas, operando com precisão, e prósperas. Mas quando Deus fechou esse capítulo da minha vida, tinha chegado a hora de me tornar um homem de verdade, um cidadão produtivo. E a igreja era o melhor lugar para este antigo deus da rua se transformar num cidadão trabalhador.


"A juíza olhou para mim e disse: Eu vou dar-lhe a liberdade"

No tribunal fiquei em silêncio diante da juíza durante o que pareceu ser uma eternidade. Ela olhava para mim e de volta para os papéis sobre a mesa. Fez isso quatro vezes. Finalmente, tirou os seus óculos de leitura e me estudou intensamente durante longo tempo.

"Sinto muito por ter demorado tanto, mas o homem à minha frente é completamente diferente da pessoa que eu estou vendo nestes relatórios. Eu acredito que se o mandar para a prisão, isso irá transformá-lo de novo na pessoa sobre quem estou lendo. Então eu vou dar-lhe a liberdade". Em seguida ouviu-se a batida do martelo e, num abrir e fechar de olhos, eu estava livre.

Aquela juíza estava certa. Nos últimos 20 anos, desde que recebi a minha absolvição, viajei por todos os continentes compartilhando a minha história. Casei-me e tornei-me pai. Há dez anos atrás comecei uma igreja nos projetos habitacionais do rio Bronx, localizados numa seção do South Bronx que faz parte do Distrito Congressional mais pobre em todo o estado. Como um deus da rua, eu tinha enredado muitos jovens dos projetos no ciclo vicioso do mundo da droga. Agora eu vejo os jovens seguirem a minha liderança de formas verdadeiramente notáveis.

O antigo comissário de polícia de Nova Iorque, Ray Kelly, creditou o meu trabalho e a igreja que comecei, a Infinity Bible Church, na eliminação de homicídios e em trazer o tráfico de drogas para o nível mais baixo de sempre nos projetos habitacionais do rio Bronx. Que demonstração de graça sublime, a beleza de uma segunda oportunidade usada para o bem.

dimas_400x600.jpg


"Senti a presença de Deus. Foi uma libertação completa”

No livro “Deus da rua”, Dimas Salaberrios compartilha a sua viagem lancinante desde procurando ser um traficante até finalmente se tornar num servo de Deus. A experiência que se provou crucial para a sua transição veio, diz ele, quando caiu sob o poder de uma força maligna que parecia determinada em destruí-lo.

Ele relata como sua namorada na época, Renee, o levou para a casa de sua mãe, para que a mulher idosa e seus amigos pudessem orar por ele. "E quando eles oraram por mim, foi como o poder de Deus se tivesse derramado totalmente na minha vida. Eu senti a presença de Deus, eu dediquei o meu coração a Jesus. Foi uma libertação completa", recorda Dimas.

Fonte: Dimas Salaberrios

Joel News # 973 | 30/11/2015





Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

©2018, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional